Pesquisar

Kimchi: história, tradição, nutrição e seus benefícios para a saúde.

Kimchi: história, tradição, nutrição e seus benefícios para a saúde.

O Kimchi, é uma iguaria tradicional coreana. É um prato fermentado feito principalmente de repolho chinês e temperado com pimenta, alho e outros condimentos. É muito conhecido por seu sabor picante e probiótico.

Origem e história

O kimchi é prato icônico da culinária coreana. Ele possui raízes profundas que se entrelaçam com a história e a cultura do país. Sua origem remonta há séculos atrás, onde os coreanos desenvolveram métodos inovadores de preservação de alimentos.

Originado nos Três Reinos (57 a.C. — 668 d.C.), ele traz história e vantagens salutares. Neste período, começaram a fermentar vegetais para garantir uma fonte de alimentos durante os rigorosos invernos.

Kimchi vem de “shimchae” em coreano, traduzido como vegetais salgados, revelando a origem e sabor distintivo.

Cultivo milenar:

Seu cultivo é uma prática milenar que envolve não apenas a seleção cuidadosa de ingredientes frescos. Também se utiliza aplicar técnicas de fermentação transmitidas de geração em geração. Ao longo dos séculos, os coreanos aprimoraram suas habilidades. Este processo, elevou o kimchi de uma simples necessidade de sobrevivência em uma arte culinária distintiva.

Papel na história e religião:

O kimchi desempenhou um papel vital na história da Coreia, tanto como alimento quanto como símbolo cultural. Durante períodos de guerra e escassez, tornou-se uma reserva valiosa.

Ele sustentava as comunidades quando outras fontes de alimentos eram escassas. Vinculado a rituais religiosos, o kimchi celebra abundância e gratidão, desempenhando um papel significativo na cultura coreana.

Grandes produtores atuais:

Hoje, ele transcendeu as fronteiras coreanas, ganhando popularidade em todo o mundo. A Coreia do Sul destaca-se na produção de kimchi, com empresas preservando autenticidade no processo de fabricação. No entanto, outros países também abraçaram essa iguaria, adaptando-a às suas preferências locais.

Nutrição e vantagens do kimchi:

Você sabia que, além do seu sabor único, ele oferece uma série de vantagens. Excelente fonte de vitaminas, minerais e fibras, contribuindo para o equilíbrio digestivo e fortalecendo o sistema imunológico. Sua fermentação natural também introduz probióticos benéficos no trato digestivo, promovendo um equilíbrio da microbiota intestinal.

Tipos de kimchi:

O kimchi não é uma criação monolítica; existem diversos tipos, cada um com ingredientes únicos e técnicas de preparo distintas, impressionando pela variedade.

Entre os tipos mais conhecidos de Kimchi estão:

  • O tradicional;
  • Fresco;
  • Com couve;
  • Acompanhado de cenoura;
  • Com camarão;
  • Acompanhado de maçã e pera;

Até mesmo o kimchi projetado para auxiliar na perda de peso.

Formas de preparo:

1. Kimchi tradicional:

Elaborado com repolho napa, rabanete coreano, alho, gengibre e pimenta. O kimchi tradicional é fermentado por semanas, desenvolvendo sabores ricos e complexos.

2. Kimchi fresco:

Uma versão menos fermentada, ele oferece uma explosão de sabores mais nítidos, mantendo a crocância dos vegetais.

3. Kimchi com couve:

A adição de couve traz uma textura única e um toque leve. Esta versão proporciona uma alternativa refrescante ao tradicional.

4. Kimchi com cenoura:

A doçura da cenoura complementa a acidez do kimchi, resultando em uma fusão saborosa de cores vibrantes.

5. Kimchi com camarão:

A inclusão de camarões confere um sabor marinho e um toque luxuoso, tornando-o uma iguaria especial.

6. Kimchi enriquecido com maçã e pera:

A doçura das frutas adiciona uma dimensão única ao kimchi, equilibrando os sabores picantes e salgados.

7. Kimchi para Emagrecer:

Uma variação com baixo teor calórico, enfatizando ingredientes que promovem a saciedade e aceleram o metabolismo. Uma alimentação rica em fibras, pode auxiliar na perda de peso, diminuindo a fome e os desejos.

Modo de conservação:

A preservação é essencial para garantir e manter o seu sabor e qualidade ao longo do tempo. Tradicionalmente, é armazenado em recipientes herméticos e enterrado no solo para fermentação lenta. Métodos contemporâneos, como a refrigeração, prolongam a sua durabilidade, permitindo seu desfrute por até 30 dias.

Ingredientes para a receita de kimchi tradicional:

— Um repolho chinês grande ou acelga (aproximadamente 1,5 kg)

— 1 xícara de sal grosso

— Uma colher de sopa de gengibre fresco ralado

— 1 colher de alho preferencialmente picado

— 1 colher de sopa de açúcar refinado

— Três colheres de sopa de molho de peixe

— 3 colheres de sopa de molho de soja

— 2-4 colheres de sopa de pasta de pimenta coreana (gochugaru) — ajuste conforme o seu gosto

— 2 cenouras médias, cortadas em tiras finas

— Quatro cebolinhas, cortadas em pedaços de 5 cm

— Uma raiz de lótus, descascada e cortada em tiras bem finas (opcional)

Modo de Preparo:

1. Preparação do Repolho:

— Corte o repolho ao meio e, em seguida, cada metade em quartos.

— Polvilhe o sal grosso entre as folhas, concentrando mais nas partes externas.

— Descanse o repolho em temperatura ambiente por 2 horas, virando as folhas a cada 30 minutos.

— Depois de duas horas, enxágue bem o repolho delicadamente sob água corrente para eliminar o sal excedente.

2. Preparação da pasta de tempero:

— Em uma tigela, misture; o gengibre, alho, açúcar, molho de peixe, molho de soja e a pasta de pimenta coreana. Prossiga até formar uma pasta homogênea.

3. Montagem do Kimchi:

— Espalhe a pasta de tempero entre as folhas do repolho, concentrando mais nas partes internas.

— Adicione as tiras de cenoura e cebolinha. Caso tenha optado, adicione também as tiras de raiz de lótus entre as folhas.

— Dobre o repolho de volta ao seu formato original.

4. Fermentação:

— Coloque o repolho preparado em um recipiente de vidro ou plástico, pressionando levemente para compactar.

— Cubra o recipiente, deixando uma pequena abertura para liberar gases.

— Permita que a mágica aconteça: deixe descansar à temperatura ambiente por 1 a 2 dias, deixando os sabores se desenvolverem. Após esse período leve à geladeira.

5. Armazenamento e servir:

O kimchi estará pronto para consumir após a fermentação. Mantenha na geladeira e sirva frio.

Tempo de Preparo:

2 dias (incluindo tempo de fermentação)

Quantidade de pessoas que a receita serve:

Aproximadamente 6 pessoas.

Observações:

  • O kimchi tradicional melhora com o tempo, desenvolvendo sabores mais complexos à medida que fermenta.
  • Ajuste a quantidade de pasta de pimenta conforme sua preferência de picância.
  • Pode ser consumido como acompanhamento ou ingrediente em pratos como; kimchi fried rice (arroz frito) e kimchi jjigae (sopa).

Conclusão:

O kimchi não é apenas uma iguaria alimentar. Ele é uma parte integral da identidade coreana e uma expressão da rica tradição culinária do país. Ao longo dos séculos, este símbolo de resiliência e conexão cultural, passou por transformações, mantendo sua essência.

À medida que o mundo continua a explorar e apreciar essa delícia fermentada, o kimchi transcende fronteiras. Ele segue unindo pessoas por meio de uma experiência culinária única e nutritiva.

Gostou do conteúdo? Curta e compartilhe! Participe contando suas experiências, receitas, dicas e sugestões aqui. Junte-se a nós no Pinterest ou Instagram para compartilhar experiências incríveis e fazer novas conexões! 

Imagens: Os créditos são atribuídos aos proprietários originais (sem intenção de violação de direitos autorais). Se você acredita que possui direitos sobre alguma das imagens, por favor, entre em contato conosco pelo e-mail [email protected] para receber o devido crédito ou solicitar a remoção, conforme necessário.

Você também pode gostar: